Buscar

TEMPORAIS EM ALGUMAS ÁREAS DO SUL DO BRASIL NAS PRÓXIMAS 48 HORAS

Nesta segunda-feira (11), o prolongamento de um cavado invertido em superfície associado à Baixa do Noroeste Argentino (BNOA) deve instabilizar as condições do tempo em algumas áreas do sul do Brasil. Além disso, a contribuição de perturbações no escoamento dos médios/baixos níveis da atmosfera, somado com transporte de calor e umidade do norte do Brasil (Jato de Baixos Níveis) e outros ingredientes, devem favorecer um quadro para ocorrência de temporais durante a tarde em áreas do Rio Grande do Sul próximas da fronteira com o Uruguai e a Argentina. Essas instabilidades devem ingressar pelo estado acompanhadas de alta densidade de descargas elétricas atmosféricas, rajadas de vento acima de 70/80 km/h e possibilidade de queda de granizo em vários pontos da campanha gaúcha, fronteira oeste e zona sul.


CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE


Entre a tarde e a noite desta segunda-feira (11), essas áreas de instabilidade se espalham pelas demais regiões: centro, leste e norte do RS, onde há condições para temporais acompanhados de descargas elétricas atmosféricas, possibilidade de queda de granizo e rajadas de vento (acima de 70 km/h). Chama atenção a projeção do modelo regional de alta resolução WRF 5 km rodado pela Sigma Meteorologia, onde é possível observar a propagação de tempestades organizadas linearmente em trechos da campanha, zona sul e leste gaúcho (incluindo a região metropolitana de Porto Alegre e Vales), condição típica para ocorrência de tempestades acompanhadas de fortes rajadas de vento. Portanto, não é descartada eventuais rajadas de vento pontualmente próximas de 100 km/h, principalmente nessas regiões.


Na terça-feira (12), por conta do avanço de uma nova frente fria pelo RS, e a convergência de umidade por conta da área de baixa pressão no interior do continente, são esperados a formação de novas áreas de instabilidade e com menor chance de severidades ao longo do dia em áreas da fronteira oeste, noroeste e o norte do RS. A condição para temporais com risco de queda de granizo fica mais restrita em áreas do norte do RS e na fronteira com Santa Catarina. Entre a tarde e a noite de terça-feira, há condição para temporais também em grande parte de SC, principalmente a região central e oeste do estado, e áreas do centro-oeste e sul do Paraná.

Animação do campo de refletividade do modelo WRF 5 km com a simulação das possíveis áreas de instabilidade entre a manhã desta segunda-feira (11) e a noite de terça-feira (12).

Previsão elaborada pelo Meteorologista Gabriel Cassol da Sigma Meteorologia.


Foto de capa: José Fernando Ogura - AEN

1,648 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
Mais Soluções - Corretora de Seguros
Mais Soluções - Corretora de Seguros

Conexão Geoclima © 2013 – 2021.

Todos os direitos reservados.