Buscar

POUSO DE EMERGÊNCIA EM MADRID - ESPANHA

Um Boeing 767-300 da companhia aérea Air Canada, que executava o voo AC-837 de Madri, na Espanha, para Toronto, no Canadá, com 128 passageiros a bordo, sofreu um problema técnico ao decolar de Madrid. De acordo com os jornais locais, um dos pneus explodiu durante a decolagem, sendo que detritos foram jogados no motor, causando um grande estrondo e chamas, obrigando o piloto a desligar um dos motores imediatamente. A aeronave foi nivelada a 5 mil pés (1524 metros), entrando em espera a 8.000 pés (2438 metros), onde queimou combustível por aproximadamente 4 horas, enquanto um caça inspecionava o trem de pouso da aeronave ainda em voo, confirmando que um dos pneus estava queimado.

A imagem acima mostra um dos pneus da aeronave que estourou durante a decolagem. A pergunta que fica, é: Como os detritos do pneu foram parar dentro do motor que está logo a frente? Simples! A velocidade máxima local do pneu em rotação (com referência ao solo) é apenas o dobro da velocidade do solo. Se algo sair do pneu neste ponto superior, ele se comporta exatamente como uma bala de tiro com estilingues em movimento.

O pousou ocorreu por volta das 19h30 (horário local) com sucesso, sendo parabenizado por quem estava dentro da aeronave e por aqueles que estavam no aeroporto e acompanhando ao vivo pelos canais de televisão da Espanha.





68 visualizações
Mais Soluções - Corretora de Seguros
Mais Soluções - Corretora de Seguros

Conexão Geoclima © 2013 – 2020.

Todos os direitos reservados.