Buscar

Novo cometa pode ser vísivel a olho nu em 2022

Um novo cometa, descoberto no dia 26 de julho, está se aproximando da nossa estrela, o Sol. A expectativa é que ele ganhe brilho o suficiente para ser visível no final de abril e início de maio de 2022, possivelmente atingindo 5 a 7 de magnitude. Porém, a má notícia é que somente os moradores do Hemisfério Norte poderá ter o previlégio de assistir ao espetáculo que o cometa promete dar — se sobreviver a proximidade do Sol.


Batizado de C/2021 O3 (PanSTARRS), o cometa ainda não tem um destino determinado. Isso porque, ele pode não sobreviver ao periélio, que é quando um corpo celeste atinge sua aproximação máxima do Sol. Mas ainda é cedo para dizer ao certo o que irá acontecer com o cometa. No momento, não apresenta uma cauda por ainda estar muito longe do Sol e as imagens mostram uma compacta coma e apresenta uma órbita parabólica. A forma da órbita é importante, pois indica que ele tem velocidade de escape suficiente para se afastar da gravidade do Sol, em vez de ser atraído para uma aproximação fatal.



(Imagem: Reprodução/E. Guido/M. Rocchetto/E. Bryssinck/M. Fulle/G. Milani/C. Nassef/G. Savini/A. Valvasori/Telescope Live)



Se tudo ocorrer bem, ele poderá ficar visível a partir da segunda quinzena de abril de 2022. A partir de então, se moverá através das constelações de Áries, Touro, Perseu e Camelopardalis (a Girafa) até maio do mesmo ano, o que proporcionará um verdadeiro espetáculo no céu: uma vista da Lua crescente, Mercúrio e o cometa C/2021 O3, todos perto do aglomerado estelar das Plêiades!



Fonte: EarthSky, Canaltech


97 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo