Buscar
  • Bianca Leroiz

ENCONTRADA A PRIMEIRA GALÁXIA COM LUMINOSIDADE COMPÁRAVEL A DE UM QUASAR


Esquerda e centro: Imagem da região do céu mostrando a galáxa BOSS-EUVLG1, que se destaca pela cor azul. Crédito: DESI Legacy Imaging Surveys. À direita: Desenho artístico da formação estelar em BOSS-EUVLG1, que contém um grande número de jovens estrelas massivas e a ausência de poeira. Crédito: Gabriel Pérez Díaz, SMM (IAC).


Quasar é um dos objetos mais luminosos conhecido no universo, podendo emitir até milhares de vezes a energia emitida pela Via Láctea. Mas, por incrível que pareça, na imagem acima, o objeto se trata de uma galáxia com uma luminosidade no UV (ultravioleta) em seu estágio de formação.


A galáxia batizada de BOSS-EUVLG1 foi encontrada através de observações feitas com o Gran Telescopio Canarias (GTC), no Observatório Roque de los Muchachos e com o Atacama Large Millimeter/submillimetre Array (ALMA), no Chile.


A galáxia tem um redshift (um efeito da expansão do espaço entre um objeto e a Terra que ajuda a determinar a distância e a idade do objeto) de 2,47. O que significa que a luz detectada da BOSS-EUVLG1 foi observada quando o universo tinha cerca de 2.000 milhões de anos.


Inicialmente, os cientistas suspeitaram de um Quasar, por conta da sua alta luminosidade. Mas, em quasares, a alta luminosidade se deve à atividade em torno dos buracos negros supermassivos em seus núcleos. Após observações feitas com os instrumentos OSIRIS e EMIR no GTC, perceberam que se tratava de uma galáxia no seu estágio inicial de formação. O estudo mostrou que a alta emissão de luz ultravioleta era resultado de uma enorme quantidade de estrelas jovens e massivas.

Outro fator que contribuiu com os cientistas foi a ausência de poeira para cobrir as estrelas em formação. Na maioria das vezes a luz de estrelas em uma galáxia acaba sendo bloqueada por densas camadas de gás e poeira. A taxa de formação de estrelas nessa galáxia é muito alta: cerca de 1.000 vezes maior do que na Via Láctea, segundo os cientistas. Além disso, ela é 30 vezes menor que a nossa Galáxia.


"A galáxia evoluirá para uma fase mais empoeirada, semelhante às galáxias infravermelhas. Além disso, sua alta luminosidade no UV durará apenas algumas centenas de milhões de anos, a período muito curto na evolução de uma galáxia. " diz o doutorando e co-autor do IAC Camilo E. Jiménez Ángel

A BOSS-EUVLG1 pode ajudar a compreender a formação de galáxias, e como ela se mostra no inicio da sua vida, sem nuvens de poeira para bloquear sua luminosidade, e assim, trazer novas descobertas.




Fonte: Phys.org, Sci-News

359 visualizações
Mais Soluções - Corretora de Seguros
Mais Soluções - Corretora de Seguros

Conexão Geoclima © 2013 – 2020.

Todos os direitos reservados.