Buscar

DESCOBERTO UM INDICADOR DA PRESENÇA DE VIDA EM VÊNUS


Vênus registrado pela Mariner 10 em 1974. Créditos: NASA/JPL-Caltech


Conhecido como a "bioassinatura" de vida pelos astrobiólogos, astrônomos do MIT detectaram assinatura do gás Fosfina (PH3) nos espectros da atmosfera de Vênus. O estudo completo deve ser publicado na segunda-feira (14/09) e anunciado em uma live no canal do Youtube da Royal Astronomical Society, às 12 horas (BRT).



A Fosfina (ou Hidreto de Fósforo) é um gás incolor inflamável com um odor muito forte, que lembra carne podre. Na Terra, a Fosfina existe apenas devido a processos biológicos, produzida por bactérias anaeróbicas (que não consomem oxigênio) ou em condições laboratoriais controladas. Uma vez criada, essa molécula é rapidamente destruída na interação com Oxigênio e Hidrogênio e pela quebra das moléculas devido a radiação ultravioleta. Sendo assim, a presença persistente de Fosfina é sinal da presença de uma fonte de produção constante desse gás. Apesar disso tudo, a presença da Fosfina não é uma prova da existência de alguma forma de vida primitiva em Vênus, mas nos dá pequenas pistas de que algo muito intrigante está acontecendo está acontecendo em Vênus.



553 visualizações
Mais Soluções - Corretora de Seguros
Mais Soluções - Corretora de Seguros

Conexão Geoclima © 2013 – 2020.

Todos os direitos reservados.