Buscar

FOGUETE CONSEGUE CHEGAR NO ESPAÇO?

Vamos finalizar o ano de 2020 com uma matéria educativa? Todos os créditos para essa grande profissional e professora de muitas matérias que vão passar aqui pela Conexão GeoClima: @julhamarcolan.


VAMOS LÁ?

O foguete atira gases para trás (resultante da queima de combustíveis) e como consequência da terceira lei de Newton ele é empurrado para frente. Vamos entender como isso funciona:

Primeiro vamos falar de uma coisinha chamada de momento linear. O momento representa a quantidade de movimento do sistema, ele é presentado pela letra p e é igual a massa vezes a velocidade (p = m.v). Originalmente a segunda lei de Newton (Aquela da força = massa vezes aceleração) é escrita em função da variação temporal do momento (Força = variação temporal do momento linear). Se nenhuma força externa agir sob o sistema, então o momento linear se conserva (porque a variação dele tem que ser nula pra que a resultante da força externa se anule -> se não tem aceleração a força resultante é nula). Vamos considerar que ao sair da Terra, o foguete fique longe de campos gravitacionais de forma que possamos considerar que nenhuma força externa atua sobre o sistema. No Instante T1 o foguete ainda não liberou gases, no T2 o foguete já liberou uma certa quantidade de gases. O foguete tem sua massa variável, mas o sistema todo continua sendo formado pelos dois componentes, o foguete + o gás. Dessa forma toda massa liberada pelo foguete tem que estar inclusa na parte do gás do nosso sistema. A conservação de momento linear nos diz que a quantidade de movimento do sistema deve ser a mesma nas duas configurações. Igualando esses dois momentos chegamos na equação de movimento (m a = - Vgas dm/dt massa vezes aceleração é igual a – V gás vezes a variação da massa).

A conservação do momento resulta em uma força, que representa a força com a qual os gases são expelidos. Aí entra a terceira lei de Newton (ação e reação), se o foguete exerce uma força no gás o gás aplica uma força de mesma intensidade e direção e sentido contrário no foguete. Essa força é chamada de “Empuxo do foguete” (que é bem diferente daquele empuxo de Arquimedes ok?). É essa força que impulsiona o foguete a ir pra frente sendo “empurrado” pelos gases que ele libera resultante da queima de combustível! Sim, o foguete consegue ir pro espaço!

51 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
Mais Soluções - Corretora de Seguros
Mais Soluções - Corretora de Seguros