Buscar
  • Bianca Leroiz

ESTUDOS SUGEREM QUE JÚPITER PODE TER 600 NOVAS CANDIDATAS A LUA

Atualizado: Set 10

Júpiter é o maior planeta do Sistema Solar e o quinto mais próximo do Sol, e atualmente conta com 79 Luas (satélite natural), mas novos estudos indicam que esse número pode aumentar futuramente. Isso porque uma equipe de pesquisadores canadenses realizou um estudo que sugere que o gigante gasoso poderia ter quase 600 luas, sendo que a maior parte delas estaria em órbitas irregulares e retrógradas. O estudo será apresentado virtualmente, no Europlanet Science Congress. O artigo que descreve os resultados do estudo foi aceito no periódico The Planetary Science Journal.


No estudo os cientistas Edward Ashton, Matthew Beadoin e Brett Gladman, da Universidade da Colúmbia Britânica, identificaram possíveis novas cinquenta luas que são bem menores que as outras que já havia ido observado. Ao irem além da área do céu que eles estudaram, eles perceberam que poderia haver quase 600 pequenos objetos orbitando o planeta gigante.


Júpiter, tirada em 27 de junho de 2019 pelo telescópio Hubble. Créditos: NASA, ESA, A. Simon (Goddard Space Flight Center), MH Wong (University of California, Berkeley) e L. Hustak (STScL)


Para os cientistas chegarem a essa conclusão foram necessárias 60 imagens feitas com a técnica de longa exposição em uma área próxima a Júpiter. As fotos foram tiradas durante um período de três horas em 8 de setembro de 2010, utilizando a câmera presente no telescópio Canadá-França-Havaí, em Mauna Kea. Depois disso, os astrônomos combinaram digitalmente as imagens de 126 maneiras diferentes para que cada uma representasse possível combinação de velocidade e direção do movimento de uma possível lua.


Uma das candidatas mais brilhantes a lua de Júpiter. A lua nova está no centro da imagem; estrelas aparecem como listras devido ao processo de deslocamento e empilhamento usado para combinar múltiplas exposições. (Imagem: Edward Ashton (University of British Columbia)


Por fim, o estudo, revelou 52 objetos de magnitude 25,7 com diâmetro de 800 metros. Sete das luas mais brilhantes acabaram sendo satélites irregulares de Júpiter, enquanto as outras são provavelmente luas jovianas que orbitam o planeta em direção oposta à da rotação.


Scott Sheppard (Scott e sua equipe que anunciou 20 novos satélites de Saturno no ano passado) disse que não ficou surpreso com o resultado, pois já já havia estimado que deveriam haver quase 100 luas irregulares.


“Usamos uma técnica semelhante de deslocamento e empilhamento para nossas descobertas da lua de Júpiter que foram anunciadas em 2018” diz Scott “Em nosso artigo, também mencionamos detecções que não pudemos confirmar como luas, porque não as observamos durante os meses e anos necessários para determinar suas órbitas com segurança.”

Diagrama mostra as órbitas das 79 luas confirmadas de Júpiter. As luas progressivas do planeta (roxa, azul) orbitam relativamente perto de Júpiter, enquanto as luas retrógradas (vermelhas) estão mais distantes. As luas recém-descobertas provavelmente pertencem ao último grupo. Uma lua previamente descoberta marcada em verde, é uma exceção; está mais longe, mas orbita progressivamente. Crédito: Carnegie Inst. para Ciência / Roberto Molar Candanosa


Porém, a equipe canadense não pode oficializar a descoberta, segundo Scott leva muito tempo para obter órbitas confiáveis ​​para essas luas muito pequenas, então é preciso decidir se isso é cientificamente valioso.


Ashton, diz que não há planos para observações de acompanhamento das novas luas. Ele acredita que não é possível rastreá-las sem começar do zero e é bem provável que essas luas sejam observadas novamente por outros instrumentos como o Observatório Vera C. Rubin.

“As novas observações estarão relacionadas, então o que observamos será incorporado” diz, Ashton.

Esse estudo levanta a seguinte questão: Quão pequeno um objeto pode ser e ainda ser chamado de lua? Embora Sheppard não acredita que precise de “mais definição do que é uma lua”. Mas, independente, a União Astronômica Internacional não nomeará Luas abaixo que um quilômetro de tamanho.



Deixando bem claro que isso ainda é apenas estudos e o número atualmente é de 79 luas jovianas.







Fonte: https://skyandtelescope.org/astronomy-news/jupiter-could-have-600-moons/

757 visualizações1 comentário
Mais Soluções - Corretora de Seguros
Mais Soluções - Corretora de Seguros

Conexão Geoclima © 2013 – 2020.

Todos os direitos reservados.