Buscar

BOW ECHO PROVOCA DANOS NO VALE DO ITAJAÍ

Um Bow Echo (eco de arco) avançou nesta noite de quinta-feira (03) sobre os municípios de Ituporanga, Aurora e Vidal Ramos, no Vale do Itajaí, em Santa Catarina. O forte temporal causou acúmulo de granizo e destruiu plantações de cebola e de fumo no interior de Aurora e Vidal Ramos. Segundo informações de Alexsandro Kohl, prefeito do município de Aurora-SC, o granizo ficou acumulado no distrito de Ribeirão Claro. A estrada que leva para o distrito de Santa Tereza está bloqueado, pois a forte ventania derrubou postes e árvores de eucalipto. A estação meteorológica mais próxima dos locais que tiveram danos fica a oeste de Ituporanga-SC e registrou rajadas de 73.4 km/h (Agroconnect) por volta das 19h.

A Conexão GeoClima estava acompanhando essa extensa área de instabilidade que avançava para Grande Florianópolis, conforme publicamos em nossas redes sociais.

Após uma hora, uma transmissão ao vivo foi realizada por Rafael Bernardino, CEO & Fundador da Conexão GeoClima, direto de Florianópolis-SC, mostrando o avanço da chuva e os relâmpagos.

O Bow Echo é característico de um sistema convectivo de mesoescala que tem o formato do arco de um arqueiro. Esses sistemas podem produzir fortes ventos em linha reta e ocasionalmente tornados, causando grandes danos. Eles também podem se tornar derechos.



903 visualizações1 comentário
Mais Soluções - Corretora de Seguros
Mais Soluções - Corretora de Seguros

Conexão Geoclima © 2013 – 2020.

Todos os direitos reservados.