Buscar

Formação do ciclone sub-tropical no dia 23 trará mais chuva principalmente para o Sudeste do Brasil

O cavado que ocasionou a chuva ontem (22/01) no Rio Grande do Sul e Santa Catarina se desloca para Norte e deve formar núcleos discretos e isolados ocasionando tempestades severas com ocorrência de granizo e vento forte desde o Norte do Rio Grande do Sul, passando por Santa Catarina, Paraná e indo até o Centro-Leste do Estado de São Paulo, se acoplando a um cavado que já se encontra sobre o Sudeste do Brasil.


Esse sistema deve se intensificar e formar um ciclone entre os estados de São Paulo e Espirito Santo, sobre o oceano, afastado da costa e com deslocamento lento para Sul entre os dias 23 e 25 de Janeiro. O ciclone deve se configurar como sub-tropical, que é quando o centro é quente nos níveis baixos e frio nos níveis médios e altos da atmosfera, se aprofundando devido ao fluxo da Alta da Bolívia e os cavados, onde os modelos sugerem a pressão atmosférica entre 978 hPa (modelo ECMWF) e 1010 hPa.






Esse ciclone, apesar de não causar vento forte nas regiões costeiras, deve provocar uma intensa linha de convergência de umidade sobre os estados de Goiás, Minas Gerais, Espírito Santo, regiões Centro e Sudoeste da Bahia, Rio de Janeiro e parte de São Paulo. Essa configuração deve agravar a situação dos municípios que já sofrem com altos acumulados de chuva em Minas Gerais e no Espírito Santo, já que o acumulado de chuva entre os dias 22 e 27 de Janeiro deve ultrapassar os 300 milímetros nessas Regiões.


Caso a intensidade dos ventos ultrapasse os 63 km/h, esse ciclone será reclassificado como Tempestade Subtropical “Kurumí”, expressão em tupi-guarani que significa “menino”, de acordo com a relação de nomes que consta nas Normas da Autoridade Marítima nº 19, disponível em https://www.marinha.mil.br/dhn/?q=pt-br/normas-legislacoes.


Imagens: http://www.atmos.albany.edu/

Mais informações em http://www.inmet.gov.br/portal/notas_tecnicas/2020/nota_imprensa_chm_21jan_ciclone_subtropical.pdf


Meteorologista Guilherme T. Schild

1,557 visualizações
Mais Soluções - Corretora de Seguros
Mais Soluções - Corretora de Seguros

Conexão Geoclima © 2013 – 2020.

Todos os direitos reservados.