Buscar

CHUVA VOLUMOSA E ALTO RISCO DE INUNDAÇÕES, DESLIZAMENTOS DE TERRA E ALAGAMENTOS

A influência de sistemas de baixa pressão atmosférica em diferentes níveis da atmosfera ao longo dos próximos dias sobre o Sul do Brasil deve manter o tempo instável em várias regiões do RS, SC e PR, especialmente em áreas do leste, onde devem se concentrar os maiores acumulados de chuva (divisa do Litoral Norte de SC com o Litoral do PR, Grande Florianópolis e Litoral Sul de SC, e Litoral Norte do RS). Além da atuação do sistema de baixa pressão, o intenso fluxo de umidade oriundo do oceano para o continente deve contribuir para a formação de áreas de instabilidade que devem causar chuva persistente com intensidade variável.


CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE


Atenta-se para algumas áreas da faixa leste de Santa Catarina, especialmente pontos do Litoral Sul e da Grande Florianópolis, onde a forçante orográfica deve contribuir para chuvas que podem ser intensas em curto período de tempo e ocasionar volumes elevados de chuva, acentuando riscos para enxurradas, alagamentos e deslizamentos de terra.


Nesta segunda-feira, a chuva deve ficar mais concentrada em Santa Catarina, se estendendo também por áreas do extremo norte do Rio Grande do Sul e do centro, sul e sudoeste do Paraná. Na terça-feira (08/06), a chuva se espalha por boa parte dos três estados do Sul do Brasil, principalmente em áreas do centro/leste como pode ser observado nos mapas de projeção de chuva. Na quarta-feira (09/06), ainda espera-se maior condição para chuva, inclusive forte, em áreas do litoral sul e norte de SC e litoral norte do RS. Entre quinta e sexta-feira, a instabilidade perde intensidade, mas ainda haverá condição favorável a pancadas de chuva passageiras, sobretudo na faixa leste do RS, incluindo a Costa Doce.


CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE


A Sigma Meteorologia, parceira da Conexão GeoClima, destaca que a maior preocupação deve ser com as chuvas. No leste de SC, de maneira geral, espera-se volumes entre 50/100 mm até a próxima quarta-feira (09/06), assim como no nordeste do RS, além de áreas do sul e leste do PR. Porém, alguns trechos do sul de SC (especialmente Litoral Sul) e Grande Florianópolis, bem como pontos do litoral norte gaúcho o acumulado pode ficar entre 100 e 150 mm, não se descartando isoladamente volumes superiores. Apesar do risco ser baixo, pontualmente, não se descarta a ocorrência de tempestades com vento forte e granizo.


Além disso, a interação do sistema de baixa pressão atmosférica no continente com o de alta pressão no Oceano Atlântico Sul deve favorecer uma jornada ventosa nos próximos dias principalmente em áreas do centro/leste do RS, próximo às Lagoas dos Patos e Mirim, Serra do Sudeste e Campanha com rajadas de vento entre 45 e 65 km/h (pontualmente mais fortes).

Chuva volumosa entre o Norte, Serra, Litoral Norte e parte da região metropolitana de Porto Alegre
Chuva volumosa sobre o Litoral Sul, Grande Florianópolis, Alto Vale do Itajaí e Litoral Norte de SC.
Chuva volumosa no Litoral, Oeste e Noroeste do PR.

Fonte: Sigma Meteorologia


862 visualizações0 comentário