Buscar

ATENÇÃO - ALTO VOLUME DE CHUVA NO CENTRO-SUL DO BRASIL

Nesta segunda-feira (18/01), uma frente fria posicionada entre o litoral de SC, parte da região Sul do Brasil, MS e fronteira entre MT e Bolívia, favorece a formação de áreas de instabilidade e chuva entre SC, PR, MS, centro, oeste e sul do MT, e SP. Em alguns pontos há risco para temporais isolados que podem vir acompanhados de descargas elétricas, fortes rajadas de vento, chuva intensa em curto período de tempo e eventual queda de granizo.


CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE


Entre os dias 19/01 e 22/01 (leia com atenção), o sistema frontal se estaciona entre o MS e SC favorecendo a manutenção da instabilidade e da condição de chuva em toda esta ampla área. Associado a este sistema frontal estacionário, um sistema de baixa pressão nos baixos níveis da atmosfera, deve se formar entre o Paraguai, oeste de SC e oeste do PR, intensificando a convergência de ar quente e úmido (combustível para as instabilidades). Por esse motivo espera-se condição para chuva frequente e volumosa entre SC, PR, sul e sudoeste do MS, além do sul de SP e municípios paulistas da fronteira com o PR. Para os próximos 5 dias, de forma geral em toda essa ampla região mencionada espera-se volumes entre 50/150 mm, alguns trechos (principalmente entre SC e PR) entre 150/200 mm e não se descartando volumes superiores aos 200/250 mm de forma pontual (sobretudo em regiões de/ou próximas a encostas de serras). Em alguns locais toda essa chuva pode cair em intervalo de 72 horas. Não se descarta inclusive episódios pontuais de grandes volumes de chuva em intervalo de tempo de poucas horas. Toda essa chuva favorece o risco para aumento do nível de corpos d’agua e deslizamentos de terra. Dessa forma é importante estarem atentos aos avisos e alertas emitidos pelas Defesas Civis estaduais e municipais destes estados para melhor se informarem com as previsões de curto prazo (previsões para poucas horas) e a respeitos dos possíveis riscos e impactos. Bem como acompanhar aos avisos emitidos pelo INMET e CPTEC (órgãos oficiais).


Municípios do RS próximos à fronteira com SC também terão condição para chuva, embora com volumes menores. No restante do estado de SP, sul e oeste de GO, restante do MS e no estado de MT, a condição é para pancadas isoladas de chuva com trovoadas devido ao calor e abafamento (condição bem típica de verão). Não se descarta risco para temporais isolados e que podem provocar volumes mais elevados de chuva, de forma pontual. No restante do Sudeste do país, o tempo firme vai predominar, com predomínio do sol, algumas nuvens e condição para pancadas bastante rápidas e isoladas de chuva, no geral de baixos volumes, sobretudo no sul de MG e triângulo mineiro. O tempo seca também sobre a maior parte do RS e sobre o Uruguai. Apenas no final de semana (23 e 24/01) é que a condição para instabilidade retorna ao RS.


Abaixo confiram os volumes de chuva previstos para os próximos 5 dias.

Figura 1 - Mosaico de modelos meteorológicos com prognósticos de acumulados de chuva para o Sul do Brasil para as próximas 120 horas.
Figura 2 - Acumulado de chuva previsto para as próximas 120 horas no Sul do Brasil pelo multimodels (ensemble de vários modelos meteorológicos).
Figura 3 - Mosaico de modelos meteorológicos com prognósticos de acumulados de chuva para o Centro-Sul do Brasil para as próximas 120 horas.
Figura 4 - Acumulado de chuva previsto para as próximas 120 horas no Centro-Sul do Brasil pelo multimodels (ensemble de vários modelos meteorológicos).

Com a previsão do tempo, equipe Sigma Meteorologia.

** Foto de capa meramente ilustrativa


PARTICIPE DO NOSSO SORTEIO DE DUAS ESTAÇÕES METEOROLÓGICAS E UM TERMOMETRO DIGITAL - CLIQUE AQUI


2,703 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
Mais Soluções - Corretora de Seguros
Mais Soluções - Corretora de Seguros

Conexão Geoclima © 2013 – 2021.

Todos os direitos reservados.