Buscar
  • Bianca Leroiz

Por que não sentimos a Terra girar?

O nosso planeta realiza diversos movimentos como a rotação do seu próprio eixo, com uma velocidade acima de 1600 km/h. Mas se o nosso mundo está se movendo tão rápido, como é que não sentimos nada?




Para responder essa pergunta devemos nos atentar ao seguinte fato: não sentimos a velocidade, mas sim a aceleração. Por exemplo, no interior de um trem de levitação magnética, com as janelas e portas fechadas você não vai sentir o movimento do trem e não seria capaz de dizer a qual velocidade estaria. Isso acontece porque você e o trem movem-se com a mesma velocidade. Se o trem acelerar ou frear, você perceberia seu corpo sendo lançado para frente ou para trás. Isso é chamado de inércia, e é explicado pela 1ª lei de Newton. Esta lei justifica que todos os corpos permanecem parados ou em movimentos rectilíneos uniformes, a menos que seja aplicada uma força sobre o mesmo.


A capacidade de sentirmos o movimento da Terra refere-se à capacidade de percebermos uma aceleração relacionada ao seu movimento. Essa aceleração que existe aqui na Terra em razão da força de atração do Sol e de outros astros, mas que não somos capazes de sentir é um tipo de aceleração centrípeta. Essa aceleração pode ser produzida por qualquer força que leve algum corpo a descrever uma trajetória circular, como no caso da órbita da Terra em torno do Sol, nesse caso, a força que mantém a Terra em órbita é a força gravitacional exercida pelo Sol e a aceleração centrípeta por ele produzida é de natureza gravitacional.




Fonte: Socientifica

386 visualizações0 comentário
Mais Soluções - Corretora de Seguros
Mais Soluções - Corretora de Seguros

Conexão Geoclima © 2013 – 2021.

Todos os direitos reservados.