Buscar

HELICÓPTERO EM MARTE SE PREPARA PARA SEU PRIMEIRO VOO

No dia 17 de dezembro de 1903, em Kitty Hawk, na Carolina do Norte, era realizado pela primeira vez na história o voo motorizado e controlado do primeiro avião do mundo. Os irmãos Wilbur e Orville Wright possuíam uma loja de bicicletas estudaram por cerca de 20 anos o comportamento do ar sobre superfícies curvas para determinar a dinâmica de voo e se lançar aos céus. Na verdade, o primeiro voo teve duração de apenas 12 segundos à uma altura estimada de 1,5 metros e distância percorrida de 37 metros. No mesmo dia, um voo mais longo foi registrado: chegou a uma distância de 260 metros com duração de 59 segundo.

First Flight, December 17, 1903. Foto: John T. Daniels.

Se passaram quase 120 anos desde o primeiro voo de uma máquina criada pelo homem e já estamos aguardando um outro primeiro voo, agora em um planeta que não é a nossa casa.





A missão Mars 2020, parte do Programa de Exploração de Marte/NASA, foi lançada em 30 de Julho de 2020 à bordo do foguete Atlas V 541. A missão é constituída pelo rover Perserverance e pelo helicóptero Ingenuity. Após pouco mais de 6 meses de viagem entre a Terra e Marte, o rover pousou com sucesso na Cratera Jezero. Em resumo, a missão do rover é buscar por sinais de condições habitáveis em Marte em um passado distante além da busca por evidências de vida microbial e presença de água líquida.


Esse tipo de missão quase sempre carrega consigo demonstrações de tecnologia, como por exemplo o helicóptero Ingenuity e o MOXIE - Mars Oxygen In-Situ Resource Utilization Experiment, que tem como objetivo produzir oxigênio da atmosfera rica em dióxido de carbono de Marte.

O helicóptero Ingenuity foi enviado à Marte acoplado na parte inferior do rover Perserverance e protegido por uma tampa de carbono. Nas imagens abaixo é possível ver o Ingenuity despertando e sendo deixado em solo marciano.


Assim que a equipe científica responsável pela missão Perseverance estiver pronta para autorizar o voo teste, o rover irá receber e transmitir ao helicóptero as últimas instruções de voo dos controladores do JPL (Laboratório de Propulsão à Jato, da NASA).

O voo teste não deve acontecer antes do dia 8 de Abril de 2021.


Vários fatores influenciam na decisão de permitir ou não o voo e em que momento há maior chances de que tudo ocorra bem: modelagem dos padrões de vento juntamente com as medidas em tempo real realizados pelo instrumento MEDA (Mars Environmental Dynamics Analyzer) à bordo do rover.


Imagem em alta resolução feita pelo rover Perserverance mostra o Ingenuity em solo marciano. NASA/JPL-Caltech

A velocidade dos rotores já é predeterminada em 2537 rotações por minuto, momento em que permanecerá no solo, aguardando o exato momento para decolar. Ao sair do solo, o Ingenuity deverá subir com uma velocidade de 1 metro por segundo até uma altura de 3 metros, onde deverá permanecer por 30 segundos até retornar para a superfície marciana.




A uma primeira vista parece um tempo curto, mas esse tempo é suficiente para que os instrumentos do helicóptero coletem dados diversos de engenharia durante o voo teste. Espera-se que esses dados, além de algumas imagens e vídeos de baixa resolução, sejam enviados à Terra já no mesmo dia do primeiro voo teste. Esses dados são importantes para determinar se o voo teve sucesso e determinar quando e como será o segundo voo do helicóptero.


No infográfico abaixo, vemos o local de onde o helicóptero decola e pousa (mesma localização do rover). Durante os 31 dias de todo o programa de teste de voo, o Ingenuity deve percorrer um longo caminho tirando fotos e fazendo filmagens do solo marciano.

NASA/JPL-Caltech

Fonte: NASA


68 visualizações0 comentário
Mais Soluções - Corretora de Seguros
Mais Soluções - Corretora de Seguros