Buscar
  • Bianca Leroiz

Chang'e-5 retorna com sucesso com as primeiras amostras da lua desde 1976

A cápsula da missão Chang’e-5 retornou com sucesso para a Terra com amostras da superfície lunar, após 23 dias de missão. O pouso foi confirmado pelas autoridades chinesas através de um comunicado por volta das 15h (horário de Brasília).




A China fez história e agora entrou para a pequena lista dos que conseguiram trazer amostras da Lua. As primeiras amostras lunares foram trazidas pela NASA, com o programa Apollo em 1960 e 1970.


Chang'e-5 pousou no Oceanus Procellarum, ou Oceano das Tempestades, a leste de um planalto vulcânico chamado Mons Rümker. Há evidências de que as rochas na zona de pouso de Chang'e-5 são muito mais jovens do que as retornadas pelos astronautas da Apollo.



Panorama tirado pelo módulo de retorno de amostra Chang'e 5 mostra uma das pernas de pouso da espaçonave na superfície lunar. Crédito: CNSA


As equipes de resgate foram enviadas em helicópteros e em veículos em terra no local do pouso, para recuperar e transportar a cápsula de 300kg para Pequim, local onde os cientistas abrirão o compartimento com as amostras lunares e começarão o trabalho.



Um dos principais objetivo da pesquisa é confirmar a hipótese de que algumas áreas da Lua passaram por efeitos de vulcanismo, ou seja, as amostras podem mostrar alguns vestígios dos últimos fluxos de lava lunar.


A próxima missão lunar da China, Chang'e-6, é semelhante a Chang'e-5 e tentará devolver rochas da região do polo sul da lua. O lançamento está programado para 2023, de acordo com autoridades espaciais chinesas.



Fonte: Space News, SpaceFlight Now, Canaltech

105 visualizações0 comentário
Mais Soluções - Corretora de Seguros
Mais Soluções - Corretora de Seguros

Conexão Geoclima © 2013 – 2021.

Todos os direitos reservados.