Buscar
  • Bianca Leroiz

Maior aproximação de Júpiter e Saturno desde a Idade Média ocorre em Dezembro

Atualizado: 21 de Dez de 2020

A cada 20 anos acontece o alinhamento de Júpiter e Saturno no céu noturno, um evento considerado relativamente raro. No entanto, no dia 21 de Dezembro, os dois gigantes gasosos farão o alinhamento mais próximo no céu desde a Idade média. A última vez que este fenômeno ocorreu foi no dia 4 de março de 1226, segundo os especialistas.


Desde Agosto, com aproximações lentas, os dois planetas tem nos proporcionado grandes espetáculos em conjunções com a Lua. Os dois já estarão bem próximos a partir do dia 16. Contudo, dia 21, você poderá ver os planetas separados por menos do que o diâmetro de uma Lua cheia. Esse evento será visível em qualquer parte do mundo. E a ótima notícia é que você não precisará ficar acordado até tarde para observar, após o pôr do Sol já é possível vê-los.


No dia 16, os planetas estarão um pouco acima do horizonte na direção oeste, a Lua estará logo abaixo e o brilho não atrapalhará as observações, já que ela vai estar apenas com 5% da sua face iluminada.



Lua, Júpiter e Saturno estarão nessa posição no céu de São Paulo, às 19h30 do dia 16 de Dezembro, quando eles começam a se aproximar. Não difere tanto em outras regiões. (Imagem: Bianca Leroiz/Conexão GeoClima/Stellarium)



Com o passar dos dias, eles estarão mais perto do horizonte, sumindo cada vez mais cedo. No dia 21 que será a noite de maior aproximação, você deve procurar os planetas após o pôr do sol, entre às 18h30 até as 20h. Para aqueles que possuem um telescópio ou outro equipamento astronômico para observação, poderá observar os lindos aneis de Saturno e as luas galileanas.



Lua, Júpiter e Saturno estarão nessa posição no céu de São Paulo, às 19h30 do dia 21 de Dezembro em sua maior aproximação. Não difere tanto em outras regiões. (Imagem: Bianca Leroiz/Conexão GeoClima/Stellarium)



Lua, Júpiter e Saturno estarão nessa posição no céu de Florianópolis, às 19h32 do dia 21 de Dezembro em sua maior aproximação. Não difere tanto em outras regiões. (Imagem: Bianca Leroiz/Conexão GeoClima/Stellarium)


Para aqueles que já estão acostumados à observações do céu noturno não será um problema identificar os planetas. Se você estiver com dificuldade para encontra-los, recomendamos um aplicativo, como o SkyView, basta apontar a câmera do celular em direção do objeto que está vendo no céu e ele dará os nomes.


Abaixo você confere a aproximação de Júpiter e Saturno, em uma imagem do Perth Observatory, na Austrália.


(Imagem: Reprodução/Perth Observatory)


Depois disso, a dupla fará uma maior aproximação somente em 2400.




Fonte: BBC News

7,513 visualizações0 comentário
Mais Soluções - Corretora de Seguros
Mais Soluções - Corretora de Seguros

Conexão Geoclima © 2013 – 2021.

Todos os direitos reservados.